quarta-feira, abril 05, 2006

Novidades?

As coisas com a Zara e com a minha Misty não estão nada fáceis. Mas já percebi que o problema é da Misty, a Zara nunca provoca, mas a Misty ataca a Zara sem que esta faça nada...
Com os outros peludos está tudo bem, toleram-se perfeitamente e a Zara até já brinca com o Kimi com uma bolinha!
Isto é sinal de que a Zara não precisa ser a unica gata numa casa, mas que é mesmo mau-feitio da minha Misty...

9 comentários:

amigona disse...

Eles são mesmo assim... às vezes dá não ligar...

beta disse...

São como nós...

É linda a Zara.

Eu não percebo porque é que a maioria das pessoas não gosta de tartarugas. Acho que até são mais especiais que os outros gatos. Eu tenho uma :)

Rodrigues disse...

Cheguei hoje aqui e já li tudo desde o princípio. Por acaso, já tinha visto o anúncio da adopção da Zara, em sites de adopção de gatos, mas não conhecia a história. Fiquei profundamente sensibilizada...
Tenho enviado o linque deste blogue a amigos meus de confiança, a pedir ajuda para a Zara. Ela precisa de muita calma e de um dono muito especial. As minhas gatinhas não são a companhia ideal - são muito irrequietas e turbulentas. Sempre aos pulos e a fazer embuscadas!

Desejo a maior sorte à Zara. Vou passando por aqui para saber notícias.

(Era tão bom que o antigo dono dela soubesse que ela está bem...)

saloia disse...

:)* força e bjs pelo trabalho que estas a fazer.

sou de Sintra..foi a Rodrigues que me avisou da Zara e se pensar em alguem para ficar com ela digo algo.

bj
Mary

Rodrigues disse...

Mary, és mesmo queriiiidaaa! :)

Raquel Mendes disse...

Obrigada pelos vossos comentários e pela divulgação da Zarita!

Rodrigues disse...

Continuo a pensar na gatinha... Não me sai mesmo da cabeça... Perdoa-me o atrevimento (a sério, não me quero meter na vida de pessoas que não conheço), mas ela não ficaria melhor aí? Ao princípio, entre gatos de diferentes proveniências, há sempre desavenças entre uns e outros, há sempre uns que se dão melhor e outros pior... mas ao, fim de algum tempo, as coisas tendem a equilibrar-se, não é? A Misty e a Zara ainda poderiam ser grandes amigas.:) A Zara parece-me feliz e em paz aí; e temo que não se encontre alguém com a qualidade humana, a compreensão e a dedicação (que tu já demonstraste, e bem) necessárias para o caso dela...
Pronto, já disse! ;)

Mais uma vez, desculpa estar a meter-me...

Raquel Mendes disse...

Rodrigues... não levo a mal. Mesmo. Mas aqui há um "factor Misty" que tu desconheces. Em Janeiro de 2003 fui até à Associação da Moita adoptar uma gatinha (a Bia), para fazer companhia à Misty. A Bia viveu seis meses no topo dos móveis, aterrorizada pela Misty. Agora a Bia mora com os meus sogros, e garanto-te que nem parece a mesma gata...

Já tentei diversas adaptações de gatos adultos com a Misty (e fora o Óscar que era a sua paixão não correspondida), a Misty só aceitou gatos bebés (a Mara, o Kimi e a ninhada dos Biancos della Neve)

Apesar das coisas estarem complicadas, eu quero ter a certeza de que a Zarita encontra um bom lar... Não vou despachá-la para resolver o meu problema. Se tiver de dar calmantes à Misty até a Zara ser adoptada... o que tem de ser tem muita força, não é? Embora não me agrade NADA. A Misty é a menina-dos-meus-olhos, não quero de forma alguma estar a forçar uma situação que para ela é desagradável. Acabo sempre por me colocar no lugar dela e pensar como me sentiria se me obrigassem a viver com uma pessoa de quem não gosto.

E ainda a questão da Zara, depois de tudo o que passou, será justo para ela ser obrigada a viver num sítio onde outra gata passa a viva a encurralá-la e dar-lhe tareia?!

Rodrigues disse...

Tens razão - não é nada justo. E respeito totalmente a tua decisão.
E também acredito que vais arranjar o melhor lar possível para a Zarita. :)

Realmente, desconhecia o "factor Misty". Há gatos que, a princípio, parecem ser irredutíveis mas que, depois, lá aceitam... Não parece ser mesmo nada o caso dela, não é?

Ainda bem que não levaste a mal. Não é nada o meu género ser muito opinativa e dar conselhos, meter-me nos assuntos, etc... Mas o caso da Zara (e respectivo dono) afectou-me mesmo... Senti que tinha de dar a minha opinião.
Um abraço.