quinta-feira, março 13, 2008

Magui - gatinha atropelada procura ser feliz

A Magui foi encontrada no final de Janeiro, por uma amiga que costuma alimentar uma colónia de gatos em Queluz. Tinha acabado de ser atrolelada, e deu entrada imediata no hospital do Restelo. Tinha a bacia partida em 3 sítios, e esteve 4 dias internada.

Depois disto, veio a antibiótico para minha casa, com recomendações para que ficasse num espaço reduzido durante 3 semanas - era a única alternativa à cirurgia. Assim foi, 3 semanas depois a Magui deixou de estar numa jaula, estando agora solta na minha marquise. Já se passaram 1,5 meses. A Magui já consegue apoiar completamente a patinha, e está de perfeito estado de saúde.

Chegou agora o momento de pensar no seu futuro. A Magui não é uma gata meiga. Ela não gosta de estar numa casa, e lê-se nos seus olhos a tristeza de estar confinada a um espaço pequeno. Por isso, procuramos alguém que tenha uma quinta ou um grande quintal e que possa dar á Magui a felicidade de viver em liberdade. Está fora de questão voltar a pô-la na rua, porque nunca mais vai voltar a ter a agilidade que um gato silvestre normal deve ter para sobreviver.

Tem cerca de 1,5 ano e é uma gatinha pequenina. Ela não é agressiva, apenas silvestre, prefere manter a sua distância das pessoas. Será entregue esterilizada.

Alguém pode ajudar a Magui a voltar a ser feliz?


Raquel - 96 764 88 59
gatosnosotao@gmail.com

2 comentários:

Aninha disse...

Ferinha linda, vais ver que encontras um doninho maravilhoso com um quintal enorme para brincar! :D

Anónimo disse...

Olá Raquel...
Acompanho o seu blog há muito tempo.

Nas Picoas, mais propriamente à porta de uma das saidas do metro das Picoas, há um terreno baldio que neste momento é ocupado por cerca de 14 gatos. Sei que possivelmente a Raquel nada pode fazer, mas se conhecer alguem que possa fazer alguma coisa por aqueles bigodes lindos...


Bjs, continuação de bom trabalho.